Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs)

Pequenas Centrais Hidrelétricas

A Voith é um fornecedor completo de pequenas centrais hidrelétricas. Com mais de um século de experiência, a empresa é um parceiro industrial reconhecido, tanto para a construção de novas usinas como para a modernização de centrais existentes.

Precursoras do desenvolvimento social e amigáveis ao meio ambiente

As pequenas centrais hidrelétricas são precursoras do crescimento econômico e do desenvolvimento social, pois garantem um suprimento local e estável de energia. Descentralizadas, as pequenas centrais hidrelétricas são, por vezes, a única forma amigável ao meio ambiente de prover energia para a iluminação, a preparação e o resfriamento de alimentos, assim como para o estímulo econômico de regiões afastadas.

Nos países em desenvolvimento, PCHs são uma boa alternativa aos geradores a Diesel. Nos países industrializados, a demanda por pequenas centrais hidrelétricas continua em alta, uma vez que elas podem dar uma valiosa contribuição à produção de energia dos países e efetivamente promover a substituição de fontes de energia menos convenientes.

"As pequenas centrais hidrelétricas têm mantido a sua posição entre as fontes de energia renovável mais confiáveis e rentáveis."

Lauha Fried, Diretora de Políticas da ESHA (European Small Hydropower Association)

Turbinas amigáveis a peixes
A Voith está comprometida com a proteção das espécies e ocupa um papel de liderança entre os principais fornecedores de modelos de turbinas amigáveis a peixes

Tecnologia de aeração de turbinas

Um importante critério para a sobrevivência dos peixes na água é o teor de oxigênio. A Voith desenvolveu uma nova turbina que aumenta o teor de oxigênio da água, influenciando positivamente a sua qualidade. Saiba mais

Turbinas Alden

A Voith apresentou a turbina Alden pela primeira vez em 2011, na HydroVision International, nos EUA. Graças a essa inovação, o índice de sobrevivência de peixes que passaram pelo rotor (apesar das escadas de peixes disponíveis), ficou entre 98 e 100 por cento. Isso se tornou possível graças à baixa velocidade da turbina e ao número reduzido de pás do rotor (apenas três). Saiba mais