Goldisthal

Goldisthal, Alemanha

A usina hidrelétrica reversível de Goldisthal, em Thüringen, na Alemanha, foi comissionada oficialmente em setembro de 2003. Trata-se da usina reversível mais avançada da Europa atualmente. A usina tem o objetivo de diminuir os déficits de carga de ponta na rede, além de disponibilizar eletricidade em questão de minutos no caso de ocorrerem falhas em grandes unidades geradoras da rede elétrica de Vattenfall. Essas funções contribuem de forma decisiva para o funcionamento seguro da rede.
As turbinas-bombas, com 265 MW de potência cada, foram fornecidas por um consórcio em que a Voith esteve principalmente responsável pelo projeto hidráulico e todo o sistema de controle – incluindo a tecnologia de controle para turbinas com velocidade variável em duas das quatro máquinas. O consumo de energia na operação de bombeamento pode ser continuamente regulado por meio da velocidade variável. Além disso, esse sistema também tem uma eficiência consideravelmente superior, especialmente nos casos em que as turbinas funcionam em carga parcial. A partida das turbinas também é significativamente mais rápida, permitindo uma operação mais suave de toda a unidade quando comparada às unidades de velocidade fixa. Dessa forma, a velocidade variável é vantajosa para o desempenho geral das unidades, bem como para a flexibilidade de trabalho relativamente à regulação da rede.

Dados técnicos:

Início de operação: 2003
Potência total: 1.060 MW
Altura de queda: 301,65 m
Número de unidades: 4
Tipo de turbina: Turbinas-bombas Francis
Diâmetro do rotor: 4,59 m
Rotação nominal: 333 rpm
Tensão nominal: 18 kV

 

 

Escopo da Voith:

Duas das quatro turbinas-bombas, bem como uma grande parte do sistema de automação e de controle. As duas unidades estão equipadas com tecnologia de velocidade variável.