Expertise na fabricação de papel

Investimento em pessoas e processos

Uma verdadeira e profunda proficiência na arte e na ciência da fabricação do papel é rara na indústria, e requer um foco duplo. Primeiramente, as fábricas devem aumentar a especialização de seu pessoal, tanto de funcionários quanto de consultores. Isto significa investir tempo para treinar as pessoas mais curiosas e motivadas, estimulando todo o seu potencial. Em seguida, ampliar sua capacitação com a ajuda de especialistas externos na fabricação de papel, cujo conhecimento vem de décadas de prática nestas atividades. Em segundo lugar, investir na aplicação de avanços tecnológicos futuristas para a inovação – implementando protocolos de sistemas de relatórios abrangentes, otimização do desempenho e da eficiência dos processos.

O que podemos fazer por você?

Nossos especialistas terão satisfação em fazer as recomendações necessárias.

Casos de sucesso

Auditoria fornece base confiável para o planejamento da reforma da RDM BM 3, em Arnsberg

  • Segurança de planejamento melhorada
  • Conceito sob medida
  • Produtividade aumentada

A fabricante de cartões de Arnsberg RDM, com base na auditoria da Voith, desenvolveu medidas de melhoria em desempenho da produção para a sua BM3. Após a implementação, a empresa não somente ganhou com o aumento de qualidade, mas também com um incremento de capacidade.

“Eu só quero informar que a BM3 de Arnsberg está produzindo desde as 18h50. Isso significa que ultrapassamos a nossa meta.” Foi isso que Thomas Bock, Diretor Geral do Grupo RDM escreveu em um e-mail de agradecimento à equipe de projeto da Voith. A Voith finalizou uma ampla reforma na máquina de cartão, um dia antes da data combinada, o que permitiu que a RDM iniciasse a produção antes do planejado. A fabricante de papel tinha como objetivo um incremento de capacidade com simultâneo aumento de qualidade do papel nessa modernização. Um fator crucial para o sucesso do projeto foi uma ampla auditoria prévia, conduzida conjuntamente pela Voith e RDM.

Durante a auditoria, a equipe de Thomas Bock desenvolveu um conceito ideal em
conjunto com a Voith, o qual atendeu os requisitos da RDM para a reforma.

A Voith deu suporte à RDM nesse processo, definindo os objetivos. Os componentes, desempenho e qualidade de produção da BM3 foram analisados detalhadamente. Com base nesses resultados, os funcionários do departamento de Pré-Engenharia da Voith desenvolveram três conceitos alternativos para a reforma. A Voith usou o conhecimento adquirido ao longo de 150 anos no desenvolvimento e implementação de projetos.

Subsequentemente, ambas as empresas analisaram os três conceitos quanto ao preço, qualidade de formação e perfil. Essa estreita colaboração facilitou a observação dos requisitos individuais do cliente por parte da Voith. Ao longo do tempo, foi definido um pacote de reforma, o qual atendeu todos os requisitos da RDM e definiu responsabilidades claras.

A auditoria de processos em Arnsberg mostrou como as soluções podem ser desenvolvidas para e com o cliente. O estabelecimento de definições claras para o projeto possibilitou o ajuste fino de todas as medidas necessárias já em um estágio antecipado, sendo que a fase da reforma em si ocorreu de forma relativamente tranquila. Além disso, a auditoria deu segurança de planejamento à RDM, pois a Voith garantiu que ficaria dentro do orçamento e do cronograma. A Voith também deu assistência ao cliente sobre o financiamento.

“Foi a melhor execução de projeto que vivi em Arnsberg nos últimos 37 anos”,
afirmou Joachim Corthum, Gerente de Produção da RDM.

Na determinação dos requisitos de investimentos foi buscada uma combinação adequada dos aspectos de qualidade, capacidade e finanças. Para os parceiros, foi importante minimizar as flutuações de processo devido ao sistema de abordagem dos custos associados. As medidas também incluíram o uso do máximo de peças possíveis da BM3 para a reforma. Por isso, ambas as partes determinaram quais componentes poderiam ser logicamente reutilizados. A otimização de custo também é resultado da auditoria e justificou o investimento inicial do projeto.

A reforma não apenas resultou em redução dos custos de produção. Apenas quatro meses após o início, a produtividade da máquina aumentou em três por cento. Além disso, teve economia de fibras e o maior grau de desaguamento ajudou a melhorar a qualidade do papel. “Foi a melhor execução de projeto que vivi em Arnsberg nos últimos 37 anos”. confirmou Joachim Corthum, Gerente de Produção da RDM. O reinício da produção antes do planejado, devido à colaboração bem planejada de todas as partes durante as fases de planejamento e de reforma, também fez com que a RDM considerasse a Voith para projetos de serviço futuros.

O que podemos fazer por você?