Insights
Transição energética

As usinas por bombeamento têm um papel importante no abastecimento de energia no futuro. Sem esses enormes reservatórios de eletricidade, não será possível viabilizar a transição energética.

1/3

Todos os tópicos

Insights
Transição energética

Entre as energias renováveis, a hidrelétrica é a mais avançada tecnologicamente. No mundo inteiro, as usinas hidrelétricas dão hoje uma contribuição importante para o combate à mudança climática.

2/3

Todos os tópicos

Insights
Transição energética

Eletricidade é luz, calor, movimento. As grandes usinas hidrelétricas geram eletricidade suficiente para abastecer grandes cidades e indústrias. Com estabilidade, segurança e sem impacto para o clima.

3/3

Todos os tópicos

Eletricidade sem impacto para o clima é possível.

As tecnologias da Voith são o motor da transição energética

No mundo inteiro, usinas hidrelétricas da Voith fornecem eletricidade garantida e com segurança, sem impacto climático, enquanto usinas por bombeamento garantem a estabilidade de redes elétricas. A Voith também está à frente do desenvolvimento de novas formas de produção de energias renováveis: por exemplo, o potencial do oceano, até hoje ainda não aproveitado.

Entre as energias renováveis, a hidrelétrica é hoje a mais avançada tecnologicamente. Mais de 80 por cento de toda a eletricidade gerada com fontes renováveis provém de usinas hidrelétricas.

E o potencial é enorme: Na América do Norte, estamos aproveitando apenas 33 por cento do potencial tecnicamente realizável, na Europa são 30 por cento, na Ásia 23 porcento, na América do Sul 20 por cento e na África 8 por cento. Nos países emergentes, principalmente, a demanda de eletricidade continuará crescendo rapidamente. O objetivo é atender a parte dessa demanda com usinas hidrelétricas para combater a mudança climática. As tecnologias da Voith estão contribuindo para isso.

“A mudança climática e a escassez de recursos são um desafio. Mas, para nós, são também uma oportunidade de crescer com novas soluções.“

 
 
 
Hubert Lienhard,
presidente e diretor-executivo

Sem energia hidrelétrica, não há energia eólica ou solar

As usinas por bombeamento tornam a transição energética possível.

Ninguém pode prever com certeza se o sol vai ou não brilhar, se haverá vento ou não.

Mas esses enormes reservatórios de energia acumulam a eletricidade solar ou eólica produzida em excesso e abastecem a energia armazenada quando a produção é insuficiente. As usinas por bombeamento podem entrar em funcionamento dentro de poucos segundos, garantindo a estabilidade das redes e um abastecimento constante de eletricidade. A Voith é líder nessa tecnologia e conta com uma experiência de mais de 100 anos.

Eletricidade gerada pela energia oceânica

A geração de eletricidade a partir das correntes naturais dos oceanos tem um potencial enorme. Conforme a Agência Internacional de Energia, seis porcento da procura atual de energia pode ser fornecido pela energia das marés. Esta fonte de energia pode dar um contributo essencial para a geração de mais eletricidade a partir de energias renováveis. As marés dos oceanos são bem previsíveis, por isso, a corrente gerada pela energia oceânica tem a capacidade de suprir electricidade de carga de base à rede energética.

Em 2012, a Voith ensaiou com sucesso uma turbina de energia das ondas de 110 kW em Jindo, Coreia do Sul. Atualmente, a Voith está instalando uma turbina oceânica de 1 MW no European Marine Energy Center (EMEC), na Escócia, com uma capacidade de uso comercial. A turbina oceância HyTide da Voith possui acionamento direto, não precisa da guinada do rotor (pitch), nem do passo da pá (yaw), e funciona com rolamentos lubrificados por água do mar. A Voith segue o princípio de oferecer tecnologia simples e resistente, planejada para as condições duras em alto mar.